Arquivo do mês: março 2010

Feeling the blanks

a primeira vez que ví Felipe ele estava lá, com outra dentro do carro. Não nos conhecíamos, então, não havia motivo para sentir ciúmes apenas vontade (vontade de estar lá no lugar dela com ele). não sabia se eram namorados … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 1 Comentário

Feel in the blanks

Na primeira vez que viu Layla estava sendo chupado acariciado dentro de um carro por uma vadiazinha menina de boa família qualquer. Só não perdi totalmente a concentração, pois confesso que ela lambia meu pau melhor amigo com tanta vontade … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 2 Comentários

almofadas descalças (I)

a cabeça dói e os pensamentos se misturam com o balanço da última poltrona do ônibus enquanto a letra insistente de uma música desconhecida toma conta dos meus sinais vitais. “there’s a place I like to meet. there’s a place … Continuar lendo

Publicado em SÉRIE | 1 Comentário

E daí que acaba? (Marcelo Rubens Paiva)

Saiu no Estadão:“Não aguento mais ouvir uma voz feminina afirmar com amargura e rancor que não quer mais se casar. As muitas seguidoras de Paulo Mendes Campos acreditam que, se o amor acaba, para que começar outro. São aquelas que … Continuar lendo

Publicado em Convidados (as) | 1 Comentário

Chá para dois

coração preenchido. não há espaço esvaziado na alma.o vazio é outro tão outro que nem dá para saber. uma porta de vai e vem.o não saber é um puxe/empurre. “puxempurre”. “puxempurre”. “puxempurreeeeeeee”… sinto-me um palahaço na chuva com a maquigem … Continuar lendo

Publicado em café da manhã leite poetry poesia poesie love amor | Deixe um comentário