Sobre insônia e lindos sorrisos (VI)

Da série: Punk rock love

ou

mais um músical da Brodway

é difícil pensar que duas latas de tinta

-uma rosa outra azul-

foram jogadas na parede de tal forma

que toda a possibilidade de obra de arte

se transformou

numa pintura estranha

perdida numa parede

caindo aos pedaços

ou melhor

um coração

uma droga de um coração

partido

com o reboco caindo

uma parede

uma parede desabando

uma porra de uma parede

caindo

aos pedaços

como o coração rosa

caindo aos pedaços

com sangue jorrando

jorrando

sem possibilidade de coagular

a tinta azul sente raiva e está vermelha

e não deveria estar tão vermelha

vermelha é a cor do amor

mas também do ódio

da raiva

a tinta azul quis pular mais alto que os pés

e bateu na parede de um jeito tão

que não se fez lilás

e era tão lilás o azul e o rosa

nas latinhas

guardados

se guardando

sorrindo

era tudo tão lilás

e agora

é tudo roxo estranho

tudo roxo

estranho

merda

tudo

estranho

Anúncios
Esse post foi publicado em SÉRIE. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s