Arquivo do mês: dezembro 2008

Sobre infância e liberdade (I)

Da série: “Todas as cartas de amor são ridículas”. Querido G., Ontem a noite na festa em que você não pôde estar presente, lá pelas tantas, falamos muito de AMOR. Amor como uma forma genuina de troca de energia, emoção. … Continuar lendo

Publicado em CARTAS, SÉRIE | Deixe um comentário

I Didn’t Know I Was Looking For Love Lyrics – Everything But The Girl

I was alone thinking I was just fineI wasn’t looking for anyone to be mineI thought love was just a fabricationA train that wouldn’t stop at my stationHome, alone, that was my consignmentSolitary confinementSo when we met I was SKIRTING … Continuar lendo

Publicado em Música | Deixe um comentário

sobre escaladas e maremotos (I)

“…where i can go, when I’m alone… in to your arms I can go.”Lemonheads estar fixada em seus braçosalguns braçosoutros, certos, tortos,fortes braços. braços que me tocamque entortam que não vejoque imagino braços que podem ser seus,dele, deles, dos outrosmeus … Continuar lendo

Publicado em SÉRIE | Deixe um comentário

“O tempo não cura tudo. Aliás, o tempo não cura nada. O tempo apenas tira o incurável do centro das atenções”.

Publicado em Convidados (as) | Deixe um comentário

Litoral – Ana C.

meu amor escapa outra vez pelafenda calada do verso a vozfraca sobre a curva naufragaondas mornas imóveismeu amor escapa esta superfícieirrespirável enredao vôo o movimentoinverso não mais teus ossoságuas sem sopro onde umatemporada apenasneste inferno

Publicado em Convidados (as) | Deixe um comentário

sobre crime e castigo (IV)

(olhares.com) você surfa e o risco de tomar um caldo é que você assume o preço de se espatifar contra as pedras,de bater nos corais,de tomar um caldoe ralar a barriga e os joelhosé você quem paga eu; não tenho … Continuar lendo

Publicado em SÉRIE | Deixe um comentário

sobre nuncas e crises de ansiedade (VI)

(olhares.com) era uma palavra triste tão tristonha que nem sei… morava num lugar longe quase não tinha vizinhos e chorava sozinha.. o coração apertado por um jeans skinny soltava olhares de raio e fazia muita força para bater quase explodindo … Continuar lendo

Publicado em SÉRIE | Deixe um comentário